terça-feira, 21 de outubro de 2014

"Eu não posso viver sem ela
Me ame ou me odeie
Nós seremos jovens
Em pé naquele altar
Ou vamos fugir
Para outra galáxia, você sabe
Você sabe que ela está apaixonada por mim
Ela irá para qualquer lugar que eu vá..."
- Rude (Magic!)


— Temos uma novidade — falou Niall, todos nos olharam, inclusive Harry, que estava cozinhando.
— Que novidade? — perguntou Harry inseguro, até posso dizer que ele estava amedrontado.
— Vamos nos mudar — falou Niall e todos o encaram, inclusive eu, dessa eu não sabia.
— Vocês vão o quê? — gaguejou Gemma, impressionada, mas querendo rir.
— Vamos nos mudar, Vee e eu, morar em outra casa, nós dois, entenderam? — explicou calmamente, Harry estreitou os olhos e sua testa se enrugou.
— Para onde? — perguntou ele, tão calmo que até me assustou.
— Para a casa à venda no fim da rua...
— Você comprou ela? — perguntou Liam, com um pequeno sorriso moldando seus lábios.
— Sim, comprei ela semana passada, vamos nos mudar essa semana — disse e me beijou brevemente, então sorriu, assenti, concordando com essa ideia maluca, seu sorriso se alargou.
— Uau! Eu não imaginei que vocês já estavam tão sérios assim, que é isso gente, faz só um mês... — murmurou Zayn, sua voz morrendo no fim da frase graças ao olhar assassino que Louis direcionou a ele.
— Meus parabéns, casal, vai ter uma festinha de inauguração, não é? — perguntou Louis, levantando o humor de todos.
— Não sei, o que acha, amor? — perguntou Niall, assenti novamente, ainda incapaz de falar por causa da surpresa.
— Parece uma boa ideia — concordou Gemma.
— É, sim. Tem mais uma novidade — continuou Niall, seus dedos apertaram mais forte minha cintura e todos voltaram a olhar para nós dois, em expectativa.
— Mais uma? — sussurrou Harry, agora eu pude notar seu tom irritado, ele não apoia a primeira novidade.
— É, ontem nós dois demos entrada nos papéis de adoção da Leslie, finalmente vamos poder adotar nossa menininha — falou animado, seu tom de voz era como um sussurro apaixonado, ele me beijou novamente, todo feliz.

Escutei um gritinho, foi Gemma comemorando, os rapazes bateram palmas e riram, Niall já tentara adotar ela antes, mas não conseguiu, então é obvio que todos estão felizes por ele finalmente conseguir adotar a Les.

— Que ótimo, quando a papelada fica pronta? — perguntou Harry, finalmente sorrindo.
— Em duas semanas poderemos levar ela para casa — respondi, contagiada pelo bom humor de todos ao nosso redor.
— Isso é tão incrível, ah — suspirou Gemma. — Vee, temos que comprar algumas coisinhas para a Les, hoje mesmo, termine seu café e vamos às compras.

Olhei para Niall, implorando mentalmente para ele ir junto, ou pelo menos me tirar dessa, já que não gosto de fazer compras, se bem que vai ser divertido comprar um monte de coisas para a Leslie.

— Você vem? — perguntei a Niall, ele sorriu.
— Claro, vai ser ótimo.
— Enquanto vocês vão fazer compras nós planejamos a festa, tudo bem? — perguntou Louis, sua animação no nível máximo.
— É, vocês podem cuidar disso — concordou Niall. — Só não detonem nossa casa antes que nos mudarmos para lá.
— Pode deixar, chefinho, cuidaremos de tudo — disse Harry, voltando a atenção para o fogão.
— Festa hoje à noite? — perguntou Liam.
— É, pode ser hoje à noite, amanhã nos mudamos — respondeu Niall e beijou meu pescoço.
— Pode ser festa à fantasia? — perguntou Gemma, dando pulinhos de alegria.
— Claro, festa à fantasia, parece bom — concordei.

Harry serviu café da manhã para todos, a mesa logo ficou repleta de panquecas, ovos, bacon, suco, café preto, leite, achocolatado; ele está muito inspirado esta manhã.
Quando acabei com meu café preto e minhas panquecas, Gemma saltou e se apressou edizer a Niall e eu para corrermos, a fim de começar logo com as compras.
Niall engoliu o resto de seus ovos e colocou o boné na cabeça, então esticou a mão para mim e nós seguimos atrás de Gemma depois de nos despedir dos rapazes.
Optamos por ir no carro do Niall, Gemma pulou no banco traseiro e prendeu o cinto de segurança, enquanto Niall e eu abrimos as portas para entrar, ela está mais ansiosa que nós dois juntos. 
Gemma foi dando coordenadas durante todo o percurso, Niall já estava irritado quando estacionamos no centro de Londres, Gem consegue ser tão irritante quando está animada demais.
Logo percebi o motivo de sua animação, Ansel estava parado em frente uma loja de artigos infantis, Gemma correu de encontro a ele e pulou em seus braços, acho que tem algo entre os dois, só acho...
Super apoio os dois, já que Gem terminou com o namorado há umas três semanas e odeio quando ela fica deprimida, mas até que ela está levando numa boa.
Niall apertou o alarme do carro e entrelaçou nossos dedos, atravessamos à rua e encontramos o casal em frente à loja.

— Começaremos nossas compras aqui — disse Gem, pulando de excitação.
— Tudo bem, você quem manda — resmungou Niall, ela o estressou mesmo.
— Quem vai ter um bebê? — perguntou Ansel, claramente confuso.
— Niall e Vee... — respondeu Gem.
— O quê? — guinchou Ansel. — Você tá grávida? — perguntou a mim.
— Não, não mesmo, adotamos a Leslie — murmurei sorridente e ele suspirou aliviado.
— Ah tá, que susto, meus parabéns — falou mais relaxado.
— Então vamos às compras — murmurou Niall, já me puxando para dentro da loja.

Assim que entramos Gem pegou uma cestinha e me puxou por toda a loja, me mostrando tudo o que achava fofo e tudo o que precisaríamos para acolher Leslie na casa nova.
Niall nos seguiu obedientemente, mas distraído em uma conversa com Ansel, ele só se manifestava quando eu pedia sua opinião, o que era quase todo o tempo.

|☼|☼|☼|

Niall parou o carro em frente à casa de Harry, Gemma e Ansel desceram e acenaram enquanto Niall continuava o percurso até a casa nova, no fim da rua.
O carro estava repleto de sacolas de diferentes lojas de artigos infantis, não só o interior como também o bagageiro.
Niall ficou empolgado e muito mais respectivo depois que começou a ver as coisas de bebês, as roupinhas, os sapatinhos, ele ficou encantado.
Niall parou em frente ao portão grande de metal, um teclado apareceu e ele digitou uma senha curta, que não pude identificar, os portões se abriram e Niall avançou com o carro, parando em frente à porta de entrada.
Eu nunca tinha entrado aqui, mas assim que vi o interior do terreno meu queixo caiu, é tudo lindo, a grama verde, a casa inteiramente branca, é perfeito!!
Já havia um carro estacionado ali, reconheci logo por ser o de Liam, ele deve estar arrumando as coisas para à festa, que começa em menos de três horas. 
Niall saiu do carro e correu até o meu lado antes que eu saísse por conta própria, ele entrelaçou nossos dedos e me puxou para dentro da casa.

— Hora de conhecer nosso novo lar, querida — murmurou empolgado.
— Estou ansiosa — respondi, com o mesmo entusiasmo.

O primeiro cômodo em que entramos foi a sala de estar, me apaixonei imediatamente, não somente pela vista que às portas de vidro proporcionavam, mas também pela estante de livros logo abaixo da tevê, Niall sabe o quanto sou apaixonada por leitura.
Relutante deixei-o me conduzir até a cozinha, não queria deixar a sala, mas ele me convenceu a ir. A cozinha era um lugar agradável, eu gostei, até porque vou passar boa parte do meu tempo aqui, aprendi com o Harry a cozinhar, desde então isso vem sendo minha terapia, acho relaxante.
Depois de me explicar tudo sobre os cômodos do primeiro andar da casa, Niall decidiu ir procurar o Liam no salão de festas, aquele espaço fica nos fundos da casa, é grande e estava todo decorado para a festa de mais tarde, Liam estava acompanhado de Becka e Harry, os três estavam terminando os últimos ajustes na decoração.

— Apresentando a casa? — perguntou Liam, pendurando algumas fitinhas encaracoladas cinzas no teto.
— Sim, ela adorou a sala, não queria sair de lá — murmurou Niall, sorrindo majestosamente para mim.
— Os livros? — perguntou Becka, sorrindo orgulhosamente.
— Exatamente — confirmou Niall. — Foi ela quem me ajudou a escolher os livros — disse Niall a mim.
— Ah, tá bom, então já sei a quem agradecer — disse e sorri agradecida para Becka, ela deu de ombros, ainda sorrindo orgulhosa.
— Estamos quase acabando aqui, quando terminar vamos nos arrumar, sugiro que façam o mesmo — disse Harry, ocupado com algumas toalhas de mesas.
— Sim, vamos fazer isso, vou só terminar de apresentar a casa para a Vee e depois vamos guardar as coisas da Les, então vamos nos arrumar — disse Niall, já me puxando para a saída.
— Tchau pessoal, obrigada pela a ajuda — falei, enquanto estava sendo arrastada por Niall.

Enquanto subíamos a longa escadaria até o segundo andar, Niall foi me dizendo mais sobre a casa, ela tem quatro quartos, Niall me levou direto para a suite principal, nosso quarto.
O quarto é simplesmente perfeito, as cores da decoração são preto e branco, foi o que mais me fez adorar o quarto, demoramos um pouco no quarto e então Niall me mostrou o banheiro, enorme, com duas pias, banheira e um boxe enorme, é simplesmente lindo, tudo aqui é lindo, ainda não acredito que vou morar aqui com meu menino.
Ao sair do quarto Niall me apresentou mais um quarto, um dos quartos de hospedes, ele disse que são dois ao todo, mas me mostrou apenas um dos dois.
Enquanto ele me falava eu me perguntei o que seria o 4º quarto, já que ele me disse apenas três, o nosso e os de hospedes.

— Amor — chamei docemente, ele sorriu e me olhou.
— Diga — murmurou no mesmo tom que eu.
— Você me apresentou três quartos, mas e o último? — perguntei, olhando em volta, tudo estava em seu devido lugar, um cômodo aconchegante e bonito.
— Ansiosa? Vamos lá, vou te mostrar.

Niall agarrou minha mão e novamente seguimos pelo corredor, ele abriu a porta e eu vi um lindo quarto, decorado para um bebê, uma menina para ser mais específica, me apaixonei logo de cara, é o quarto da Leslie.
Niall ajustou a luz do quarto, deixando o ambiente com uma iluminação suave, isso vai ser muito útil para quando a Les for maior e tiver medo de escuro.

— Niall — sussurrei com a voz falha. — Que lindo, quando... Quando você arrumou isso? — perguntei, olhando em volta atentamente.
— Assim que comprei a casa, tem no mínimo 4 semanas, eu tinha esperança de trazê-la para cá, então pedi para a decoradora caprichar aqui — explicou sorridente, ele está orgulhoso. — E ai, gostou?
— Se eu gostei? Isso é incrível, amor, eu amei de verdade.

Niall arrumou as almofadas do sofá e sorriu timidamente, caminhei até a ponta do berço e acariciei as mantas fofinhas e cor-de-rosa pálido, por um minuto imaginei deitar Leslie ali e vê-la dormir, imaginei seu lindo rostinho angelical e fiquei subitamente feliz, empolgada e ansiosa para trazê-la para casa.
Niall se aproximou lentamente por trás de mim e me abraçou, ele depositou um beijo casto no meu pescoço e suspirou.

— Estou ansioso — sussurrou. — Quero trazê-la logo para cá.
— Eu também, estou imaginando-a deitadinha aqui — murmurei sonhadoramente.
— Duas semanas, em apenas duas semanas isso vai se realizar — falou encorajador e ambos rimos, um riso aliviado.
— Mal posso esperar.
— Eu também, agora vamos, ou vamos nos atrasar e os rapazes vão nos matar.

Concordei e ambos seguimos de volta até o carro, nossas coisas ainda estão na casa do Harry, pelo menos até amanhã.
Descarregamos o carro e arrumamos tudo rapidinho no quarto da Les.
Quando acabamos e voltamos ao carro, o de Liam já não estava mais na garagem quando voltamos, antes de deixarmos a casa Niall colocou o mesmo código no tecladinho na entrada, então voltamos para à casa do Harry.

|☼|☼|☼|

A festa tumultuou rapidamente, amigos de todos os rapazes chegavam a todo instante, tinha cerca de 100 pessoas ali, o que era bastante, já que o espaço é grande mas não tanto.
Fiquei quieta em um canto, tomando uma latinha de cerveja e vendo todos dançarem, comerem, beberem e se divertirem, Niall desapareceu há uns cinco minutos, acho que foi procurar o Louis, não me lembro.
Haviam fantasias de todos os jeitos, Louis e Lea se fantasiaram de cola-cola, até que é bem criativo; Liam e Becka se fantasiaram de casal de presidiários; Harry e Zayn são o Mário e o Luige, ficou bem legal; Ansel e Gemma se fantasiaram de Mickey e Minnie, ficou uma graça; Niall e eu decidimos nos fantasiar de casal de marinheiros, as fantasias são legais, apesar da minha ser bem justa e curta, mas tem uma cinta-liga linda, Niall gostou.
Olhei em volta mais uma vez e vi Ashton Irwin se aproximando, ele estava sendo acompanho de perto por Michael Clifford, ambos são amigos do Niall.
O cabelo com diversos tons de roxo de Michael me fez sorrir, eu adoro o cabelo dele.

— Olá, srta. Grey — Ashton gritou mais alto que a música.
— Ash, oi — gritei em resposta, levantando minha cerveja para cumprimentá-lo.
— O que está achando da festa? — perguntou ele, com um sorriso embriagado, mas fofo.
— À festa está ótima, por onde anda Calum e Luke?
— Bebendo, dançando, eu não sei — disse ele, dando de ombros.
— Ah, que bom. Mike, seu cabelo está ótimo — falei e baguncei os cabelos dele, fazendo-o rir.
— Obrigado, gostou mesmo?
— Tá brincando? Seu cabelo está divertido, eu gosto disso.
— Valeu, e o Niall? Por onde anda? — perguntou Michael e bagunçou os próprios cabelos, com um sorriso presunçoso nos lábios.
— Eu não sei, ele sumiu há quase 10 minutos, vamos procurá-lo? — propus e bebi mais um gole da minha cerveja.
— Vamos lá, vá na frente — ordenou Ashton, lutando contra a vontade de fechar os olhos, ele já está bêbado, muitos aqui já estão.

Guiei os dois pela multidão, Ashton estava atrás de mim, segurando nos meus ombros e tentando não cair, meus saltos me atrapalhavam um pouco, mas me ajudou a ver a cabeleira loira do Niall, segui em frente até chegar até ele.
Niall se virou e sorridente cumprimentou os rapazes, ele estava com Louis e Lea, mas os dois logo foram para a pista de dança.

— Ei, desencoste da minha mulher, babaca — brincou Niall e Ash envolveu meus ombros com um braço e mandou língua para o Niall. — Muito adulto da sua parte, Ash.
— Idiota — resmungou Ashton.
— Ei, onde fica o banheiro? — perguntou Michael a Niall.
— Por ali Mike, fique à vontade — falou Niall, apontando na direção do banheiro.
— Valeu — gritou Michael e correu na direção indicada.
— Ótimo, achamos ele, agora me solte — ordenei a Ashton, ele resmungou um pouco, mas enfim me soltou.

Me aproximei de Niall e caí em seus braços, ele riu e envolveu minha cintura com os braços, me mantendo em pé.

— Cansada? — perguntou com um tom levemente divertido.
— Já passa das 3 da manhã, estou exausta — sussurrei em seu ouvido, escutei a gargalhada de Ashton.
— Vamos subir, querida? Também estou cansado — gritou Ashton e Niall esticou o braço para dar um tapa nele.



Hey girls, como estão?
Eu estou chateada, somente três comentários?
Poxa, ultimamente só recebo quatro coments, agora caiu para três?
Assim não dá, fico com preguiça de postar se vocês não me ajudam comentando :(
Por favor, tentem comentar bastante pra mim, quem sabe eu poste mais cedo =)
Amo vcs divas <3


4 comentários:

Sou como uma escritora, lanço o livro para ser comprado;
Vocês são os compradores e os comentários o pagamento u.u
Faço isso de coração e amo, mas preciso do seu comentário <3

Qual a música? "No one in the world could stop me from not moving on, baby. Even if I want to..."

Por: Milinha Malik. Tecnologia do Blogger.

Cupcakes Visitantes ♫♫

♥Books♥

Translate

Talk to me!!

Twitter

♥Cupcakes♥


widget

Instagram

Instagram

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Hello pessoas,
Sei que muitos não lerão isso, não se importaram com isso, não vão querer ao menos ver isso.
Mas não tem problema, isso aqui é pra quem quer ler.
Sou apaixonada por livros, amo escrever e, acima de tudo, amo One Direction, pois foi graças a eles que eu descobri o meu amor pela escrita.
Não espero que gostem das minhas histórias, mas aos que gostam: Obrigada.
Quem quiser entrar em contato é só seguir no Twitter: @miamelo1d

Agenda!