terça-feira, 23 de setembro de 2014

"Disse que não é justo
Como você se aproveita do fato de
Que eu... te amo além da razão
E isso não está certo..."
- Hate That I Love You (Rihanna)




— Leve o tempo que precisar, estou sempre por perto, quando quiser me ver é só me chamar — falou Ansel, e se levantou.
— Como? — perguntei cética, ele riu novamente.
— Chame meu nome e eu te encontrarei, onde quer que esteja.
— Ansel, não podemos usar um meio mais normal? Tipo... Telefone celular? — ele se abaixou para me beijar a testa e então se afastou lentamente.
— Nos vemos em breve, anjo.

Ri com meu novo apelido, meio irônico vindo dele, já que o anjo é ele.
Respirei fundo e voltei para onde o pessoal estava, Gem e Amy já estavam gravando e Zayn estava me esperando, ele estava sério e com as mãos nos bolsos, quando o abracei seus músculos relaxaram e ele me abraçou bem forte.

— O que ele queria? — perguntou tenso.
— Dizer Oi — murmurei.
— Que Oi mais demorado — resmungou ele, me fazendo rir.
— Acostume-se, algo me diz que eu vou vê-lo com muita frequência — murmurei e fechei meus olhos, preciso pensar e raciocinar, tenho que tentar acreditar em tudo isso.
— Não gosto disso — falou ele, seus olhos estavam vidrados em mim.
— Peço que entenda, por favor — pedi, o olhando atentamente e ele sorriu, em seguida abaixou a cabeça para me beijar.


|☼|☼|☼|

Olhei pela janela e vi uma chuva fina começar a cair, a vista era linda do segundo andar do orfanato, principalmente do berçário, que é onde estou com Zayn.
Zayn está brincando com Hank, o bebê mais velho de todos os quatro, de 1 ano, e o único ainda acordado, fora Leslie, que eu ainda estou ninando, mas ela não parece querer dormir, ela está com os olhinhos azuis bem abertos e está brincando com as próprias mãozinhas.
Murmurei uma canção de ninar para ela, a fim de deixá-la sonolenta, mas não tive resultados, se passa das 8 da noite e essa moça não parece nem ao menos cansada.
Zayn enfim conseguiu fazer Hank dormir, ele se aproximou de mim com o celular nas mãos, a câmera virada para mim, desviei meu olhar, envergonhada, e ri olhando para Leslie, Zayn clicou e o barulho de flash soou alto no cômodo silencioso.

— Ficou linda — murmurou Zayn, contemplando a tela do Iphone. — Olha, duas princesas — falou, esticando o celular em minha direção, ficou legal.


— Ficou boa — murmurei.
— Vou postar — falou distraído.
— Aonde? — perguntei alarmada e ele riu.
— No twitter, ué.
— Você tá louco? Vão me matar por estar com você, suas fãs são possessivas demais para permitir que eu passe algumas horas a sós com você.
— Elas vão levar numa boa, relaxe, você é irmã do Harry — falou tranquilo e sorridente.
— Fácil para você falar, não vão bombardear o seu twitter com insultos e ameaças —falei sarcástica e Zayn riu.
— Por que não priva sua conta?
— Porque eu gosto de conversar com as fãs de vocês — falei simplesmente.

Ficamos em silêncio por um curto tempo, para ver se Les finalmente dormia, mas não obtivemos sucesso.
Depois de algum tempo acabei desistindo de fazer Les dormir, então a coloquei no bercinho novamente, me apoiei nas grades do berço e fiquei olhando-a, Zayn se aproximou e me abraçou, ele beijou minha bochecha e fez uma careta para Les, ela sorriu perfeitamente, queria que estivesse divertida com a careta de Zayn, mas ela tem apenas uma mês, então é apenas um reflexo.


Ele se abaixou e beijou a testa de Les, então ela coçou os olhinhos, como se o beijo de Zayn fosse um sonífero que eu desconhecia.

— Você devia ter beijado ela antes — murmurei cansada e Zayn riu.
— Ela parece estar com sono, não é Les? — falou Zayn, com uma voz lenta e preguiçosa, Les piscou lentamente.

Ficamos olhando-a em silêncio por alguns minutos, até que ela fechou os olhinhos lentamente e adormeceu, Zayn me puxou pela cintura e silenciosamente saímos do berçário, fechando a porta com cuidado.
Sophie nos levou até a porta do orfanato, prometi a ela voltar em breve, então Zayn me abraçou e fomos andando lentamente para casa, embaixo da garoa fina e do vento gélido de Setembro.
Zayn parou em frente ao portão de entrada, ele digitou a senha e o portão se abriu, entrei mas ele não me seguiu, então voltei até onde ele estava e ele me abraçou.

— Não vai entrar? — perguntei suavemente.
— Hoje não, vou para casa, amanhã cedo tenho que ir à gravadora — murmurou e sorriu.
— Tudo bem, nos vemos amanhã?
— Claro, venho na parte da tarde ou à noite, depende da hora que vou acabar lá. 
— Tá bom, nos vemos amanhã então.

Zayn sorriu timidamente com a língua entre os dentes, uma visão incrível que quase m fez derreter. Me inclinei, ficando na ponta dos pés, e o beijei.



Quando terminei de beijá-lo ele estava sorrindo novamente, mas desta vez ele exibia todos os dentes, um sorriso perfeito.

— Até amanhã — murmurou e me selou novamente.

Ele foi andando pela calçada e se virava a cada três passos para garantir que eu ainda estava o olhando, e eu estava.
Fiquei olhando-o até ele virar a esquina e acenar uma última vez, então entrei e depois de digitar a senha de segurança eu corri para dentro, a fim de me abrigar da chuva.
Não vi ninguém quando entrei em casa, então subi as escadas e fui direto para o meu quarto, minha cama quentinha me chamava desesperadamente.

|☼|☼|☼|

Olhei pela janela e tive um vislumbre de uma paisagem branca e pura, não era o branco da neve, pois esta só chega no final de Novembro, mas era o branco de uma neblina expressa e frágil, o vento batia nas grades de minha janela, assobiando uma música macabra; o dia hoje será chuvoso.
Me sentei na ponta da cama e estiquei meus braços, a fim de me espreguiçar, calcei minhas pantufas e vesti meu roupão grosso de algodão, em seguida me arrastei pelo quarto até o banheiro, onde me ocupei com minha higiene matinal.
Ao voltar para o quarto eu procurei por uma calça de moletom e um sweater bem grosso e quentinho com a estampa de A Culpa É Das Estrelas¹, depois de vesti-los eu coloquei também meias de algodão, luvas de cashmere, uma touca do Harry e pantufas do Batman.
Saí do quarto bem quentinha, desci as escadas e na sala encontrei Niall e Gemma assistindo tevê, eu nunca perguntei, mas é meio obvio que o Niall mora aqui.
Parei atrás do sofá e envolvi Niall com meus braços cobertos pelo casaco de lã, o abracei bem forte e lhe beijei na bochecha, ele sorriu e fechou os olhos quando eu sussurrei em seu ouvido:

— Feliz aniversário, bebê.
— Obrigado, Vee — respondeu docemente.

Me sentei ao lado dele no sofá e ele me abraçou, Niall puxou o cobertor e cobriu minhas pernas junto das dele.
Gem estava fingindo assistir à tevê, mas eu vi seu olhar discreto em nós dois, ela mordia o lábio para tentar sucumbir a vontade de sorrir.

— A temperatura caiu para -1ºC esta madrugada, tive que acordar para ligar os aquecedores — murmurou Gemma, ainda olhando para à tevê.
— Acho que a neve vai chegar muito mais cedo este ano — comentou Niall.
— O orfanato tem aquecedores? — perguntei a Niall, me lembrando de como o berçário ontem à noite estava frio.
— Sim, no último inverno comprei alguns e mandei instalar lá — respondeu Niall, me olhando atentamente, assenti balançando a cabeça e olhei para à tevê.

Depois de algum tempo em silêncio escutamos os barulhos de pés descalços correndo escada a baixo, era Harry e ele trazia consigo um notebook aberto, sua expressão era indecifrável, senti um calafrio percorrer todo o meu corpo.
Harry jogou o notebook no meu colo e eu olhei para ele sem entender absolutamente nada, Niall se inclinou para ver a tela no notebook junto comigo, foi então que a ficha caiu e eu compreendi porque Harry está tão agitado, uma matéria sobre mim em um site de fofocas, mas não somente sobre mim, mas sobre o Zayn também, respirei fundo e comecei a ler.


Zayn Malik esteve passeando por Londres nesta manhã (12) fria e nublada de meados de Setembro.
Mas Malik não estava sozinho, ele estava acompanhado de três moças, as irmãs de Harry, Gemma Styles e Evie (Vee) Grey, e a namorada de Niall Horan, Amy Carter.
Os quatro estavam andando pelo Hyde Park, mas algo indica que não estavam a passeio, assim que chegaram ao parque Gemma e Amy foram logo montando apetrechos para gravarem um vídeo, mas ainda não temos informações sobre o que é o vídeo.
Enquanto as duas trabalhavam, Zayn e Vee ficaram distantes das moças. Malik, como é um legítimo cavalheiro, doou sua touca para Vee, e demonstrou grande afeição pela moça ao beijar a ponta de seu nariz.
Um pouco mais tarde Vee se afastou de Zayn para encontrar um amigo no parque, 10 minutos depois ela voltou e os dois aparentemente tiveram uma breve discussão, o motivo continua desconhecido, o que importa é que o casal logo se entendeu e se beijaram apaixonadamente aos olhos de quem quer que passeasse por ali.
Mas esta não foi a única demonstração de afeto que nos fez cogitar um romance entre ambos, um pouco mais tarde, lá pelas 8 da noite, Zayn postou em sua conta pessoal no twitter uma foto de Vee e Leslie, uma bebezinha de um mês e meio de vida, moradora do orfanato Sunshine Kids.

"Colocando os bebês para dormir, Leslie é a mais sapeca, Vee será uma ótima mãe =D. xx <3" Foi o que Zayn escreveu na legenda da foto.

Ao que tudo indica, Vee e Niall Horan são padrinhos da pequena Leslie, os dois costumam frequentar o orfanato diariamente para visitar a bebê, houve um tempo em que Niall até estava correndo atrás da papelada de adoção para conseguir a guarda da menina.
A questão é: Vee Grey é a nova namorada de Zayn Malik?
Torcemos para que sim, já que a moça é meio-irmã do melhor amigo dele, Harry Styles, e todas as directioners amam a moça.
Torcemos para que seja realmente um belo romance fluorescendo entre os dois.
Segue abaixo fotos do casal no Hyde Park e a foto de Vee e Leslie no orfanato Sunshine Kids.

    

(Ignorem Jelena e o casal lá em cima, são somente exemplos de como seriam as fotos)


— Uau! — falou Niall, ele sorria, mas seu sorriso estava mais triste do que feliz. — Somos padrinhos da Leslie, então — brincou e eu ri.
— Bem que poderíamos ser mesmo, ela já tem quase 2 meses e ainda não é batizada — murmurei.
— Verdade, vou conversar com a diretora do orfanato e preparar tudo para batizarmos nossa garotinha — concordou animado.
— Parem de mudar de assunto, essa não é a questão agora — esbravejou Harry. — Você sabe o quanto isso pode ser ruim pra você? 






                                                         

¹- A culpa é das estrelas é o quarto romance de John Green, publicado em janeiro de 2012.
A história é narrada por uma paciente com câncer de 16 anos de idade, chamada Hazel Grace, que é forçada por seus pais a participar de um grupo de apoio, onde posteriormente se encontra e se apaixona por Augustus Waters, de 17 anos, ex-basquetebolista amputado.





Hey girl, tudo bem?
Comecei a escrever uma fic com 5SOS no Wattpad, vejam Aqui e comentem, digam se merecem continuação ou não, por favor kkk. Ela já está com o prólogo e eu tenho o primeiro cap. pronto, só falta alguém pedir continuação :3
Bom, comentem rapidinho (e bastante) que eu posto logo rsrs
Amo vocês <3


6 comentários:

  1. Continuaaaa ... Ta simplesmente maravilhoso, acho que estou torcendo mais pra ver e pro zayn ficarem juntus do que ela e o niall ... Mas de qualquer jeito esta fantastico

    ResponderExcluir
  2. Aaaaaaaa continuaaaaa logooooooo pleaseeeeeeeeee bjssss ta de maisssssss

    ResponderExcluir
  3. Aeee ta perfeito continua!!, eu concordo com a anonima kkkkk e esse hanry ta muito ciumento mas da mo vontade de morde *-*

    ResponderExcluir
  4. Quando vc vai postar ?

    ResponderExcluir
  5. Ahh, continua, to torcendo pra ela ficar com o zayn, tipo eu quero q ela lembre do passado com o niall, mas fique com o zayn, eles são tão fofos juntos, amo o zayn, continuaaaaa, ta perfeito!! :@

    ResponderExcluir

Sou como uma escritora, lanço o livro para ser comprado;
Vocês são os compradores e os comentários o pagamento u.u
Faço isso de coração e amo, mas preciso do seu comentário <3

Qual a música? "No one in the world could stop me from not moving on, baby. Even if I want to..."

Por: Milinha Malik. Tecnologia do Blogger.

Cupcakes Visitantes ♫♫

♥Books♥

Translate

Talk to me!!

Twitter

♥Cupcakes♥


widget

Instagram

Instagram

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Hello pessoas,
Sei que muitos não lerão isso, não se importaram com isso, não vão querer ao menos ver isso.
Mas não tem problema, isso aqui é pra quem quer ler.
Sou apaixonada por livros, amo escrever e, acima de tudo, amo One Direction, pois foi graças a eles que eu descobri o meu amor pela escrita.
Não espero que gostem das minhas histórias, mas aos que gostam: Obrigada.
Quem quiser entrar em contato é só seguir no Twitter: @miamelo1d

Agenda!