sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

"Não vou olhar para baixo, não vou abrir os meus olhos
Mantenha meu copo cheio até de manhã
Porque só estou aguentando firme essa noite..."
— Chandelier (Sia)





— Niall está com os amigos, preparamos um churrasco para receber a Mel e o Chase — expliquei indiferente.
— Entre esses amigos está aquele idiota, não é?  — perguntou Harry.
— Sim, por favor, tente não surtar com isso — pedi esperançosa.
— Tudo bem, não vou surtar — garantiu ele.
— Ótimo, obrigada, preciso ir agora — murmurei, pude sentir ele sorrir.
— Tudo bem, comporte-se. Eu amo você.
— Amo você também, Curly.

Guardei meu celular na bota e fui de encontro aos rapazes, contei a eles tudo o que precisavam saber sobre Mellie e Chase, o que durou tempo o bastante para minha mãe voltar a aparecer e para o carro de Chase e Mel estacionar em frente à casa.
Eu fui a primeira a correr até o jardim da frente para recebê-los.
Mellie praticamente voou para fora do carro diretamente para os meus braços, eu a abracei forte e lhe disse o quanto sentia sua falta. Mal podia acreditar que minha amiga estava de volta, e o melhor de tudo é que agora eu não tenho mais medo do Harry dar em cima dela.
Chase se aproximou sorrateiramente de nós, assim como os rapazes e minha mãe, enquanto Mel e eu trocávamos amenidades minha mãe cumprimentou Chase e o apresentou aos rapazes.

— Caramba, vocês estão aqui mesmo — murmurei ao soltar Mellie, Chase logo voltou-se para mim, sorrindo largamente.
— Gatinha, que saudade — falou ele ao tomar-me em seus braços e me levantar, girando-me e me colocando no chão em seguida.


— Querido, oi — murmurei e ele beijou minha testa.
— Quanto tempo, nossa, você está... Uau! — gaguejou ele ao inspecionar-me da cabeça aos pés, fiquei acanhada com seu olhar.
— Bom, obrigada sr. Smith, gentileza sua notar que eu cresci — murmurei em um tom de advertência, ele sorriu divertido com minha timidez.
— Ah, vamos lá, docinho, não fique tão tímida — murmurou Chase, passando o braço pela minha cintura e abraçando-me apertado.
— Então, como foram de viagem? — pigarreou Liam, Chase não me largou para responder, apenas me deu espaço para olhar para os rapazes.
— Até que não foi tão ruim — respondeu Chase.
— Foi divertido, sim, o Chase apenas estava cansado, ele não gosta de acordar cedo — contou Mellie, abraçada com minha mãe e sorrindo largamente.
— Bom, vocês devem estar com fome, vou servir o almoço em um minuto, vão lá para trás, deixem as malas para depois — falou minha mãe, liderando todo mundo até o quintal na parte de trás da casa.

Seguimos ela e Mellie, Niall se aproximou junto com os rapazes e puxou conversa com Chase, que ainda insistia em abraçar-me apertado enquanto caminhávamos pelo gramado verde.
No quintal, Louis, Zayn e Liam se ocuparam em distrair Chase, eles se sentaram ao redor da mesa de madeira polida e conversaram sem parar sobre diversos assuntos do qual eu não estava interessada, e foi então que Chase me soltou, juntei-me a Mellie e Niall perto da churrasqueira enquanto Niall operava sua mágica com carnes de todos os tipos.
Observei os dois conversarem e respondi às perguntas que me faziam, mas em todo caso preferia deixá-los conversarem entre si, pois assim se conheceriam melhor e Niall poderia ser uma boa companhia para Mel quando eu estivesse com o Harry.

— Então, Mel, e os namorados, como andam? — perguntei docemente, ela fuzilou-me com os olhos claros, pois ambas sabemos do seu 'voto de castidade'.
— Chase ainda não afrouxou as rédias, então você sabe como anda — resmungou ela, corando levemente.
— Seu irmão é super-protetor? — perguntou Niall, virando um pedaço de carne na grelha.
— Oh, sim, ele é — concordou Mellie, seu rosto repicado de sardas se iluminou evidentemente.
— Ah, então ele e Harry se darão muito bem — brincou Niall e sorriu sugestivamente para mim.
— Harry é o seu meio-irmão, Mav? Eu ainda não o conheço — murmurou Mellie.
— Sim, é o meu irmão, ele voltou para Cheshire antes de ontem e ainda não sabemos quando ele vai voltar — lamentei, Niall sorriu mais ainda.
— Isso significa que ainda teremos a Mav por tempo indeterminado, pois quando ele está aqui ela é só dele — provocou Niall, dei-lhe um tapa de leve no braço, o que só o fez rir.
— Para de graça, Nialler — adverti-o divertida.
— Imagino, vocês devem estar aproveitando o tempo que não tiveram, não é? — perguntou Mellie, assenti freneticamente com a cabeça, feliz por ela me entender.
— Sim, com certeza, nos conhecemos há pouco tempo, o que não é justo, pois somos irmãos, então estamos passando bastante tempo juntos desde que nos conhecemos, ele é adorável, você vai gostar dele — garanti, mas confesso que no fundo senti uma pontada de ciúmes antecipada, pois sei que Harry achará ela linda; Mellie já recebeu inúmeras propostas de agencias de modelo, ela é uma boneca, literalmente.
— Bom, se ele é seu irmão, então vou adorá-lo — concordou Mel, animada como sempre.

À tarde foi-se tão rapidamente que, quando dei por mim, o sol já se punha e as estrelas começavam a aparecer lentamente, Zayn, Louis, Liam, Niall, Chase, Mellie e eu estávamos sentados em volta da mesa de madeira polida e a conversa fluía tão naturalmente que parecíamos nos conhecer há séculos.
No meio de uma discussão atenuada sobre a nova banda de punk/rock que entrara agora no mercado, eu pude ouvir o barulho de carro, mas logo achei ser imaginação, pois não ouvi mais nada.
Minutos depois ouvi barulho vindo de dentro de casa, mas parece que eu fui a única a perceber, pois todos continuaram conversando sem se deixar abalar, quando olhei para a porta da cozinha tive um sobressalto, Harry estava ali, em pé e sorrindo largamente quando nossos olhares se encontraram.
Saltei do banco e corri até onde ele estava, ele abriu os braços e me apertou fortemente quando enfim o abracei, ah, que alívio é tê-lo perto, meu Deus!

— Harry, que bom que está aqui — sussurrei extasiada, ele riu e afundou o rosto no meu pescoço, ainda me abraçando carinhosamente.


— Minha mãe conseguiu convencer Des, então estou aqui — falou ele me soltando e olhando para o pessoal, que nos encaravam ansiosos.
— Vamos lá, vou te apresentar aos novatos — murmurei segurando sua mão e o puxando até aonde estavam os outros. — Então, Mel e Chase, esse é o Harry, meu n... Irmãozinho mais velho — gaguejei, Harry riu e estendeu a mão para apertar a de Chase.
— Sejam bem-vindos de volta — disse Harry a Chase.
— Valeu, cara — Chase sorriu e voltou a se sentar.

Harry se inclinou para dar dois beijos em Mellie, ela sorriu largamente e ele retribuiu os sorrisos, então Harry se sentou aonde eu estava antes, entre Niall e Louis, e eu me sentei ao lado dele.

— Então, o que eu perdi? — perguntou Harry, olhando de Niall para Zayn, que estava sentado a sua frente.
— O nosso show particular ontem, Mav estava incrível. Acho que você pode vestir aquela fantasia de enfermeira de novo, em querida — provocou Niall em um tom malicioso, Harry encarou-o furioso, o que só fez Niall gargalhar.
— O que quer dizer com isso, Irlandês? — perguntou Harry, sua voz fria e ameaçadora.
— Uma dancinha sensual, pole dance, sua irmã sabe mexer o esqueleto — brincou Zayn, movendo os braços e a cintura ao som de um ritmo imaginário, tive de me conter para não rir.


— Que história é essa, Mavis? — perguntou Harry, fuzilando-me com seus lindos olhos verdes.
— Relaxe, querido, eles estão te provocando — falei rindo, ele semicerrou os olhos e encarou os garotos irritado.
— Você é facilmente irritável, sabia? — provocou Niall.
— Ah, cale-se, idiota — resmungou Harry.
— Então, Harry, você parece jovem demais para ser irmão mais velho de Mav, quantos anos você têm? — perguntou Mellie, sua voz doce e sensual, merda, ela está flertando com ele?
— Eu tenho 19 — respondeu Harry e sorriu educadamente, em seguida segurou minha mão por baixo da mesa, ele percebeu que ela está flertando com ele.


— É, novo, ainda está com 18, Mav? — perguntou Chase a mim, assenti com a cabeça e sorri.
— Sim, completo 19 daqui a dois meses — murmurei.
— Ah, tão novinha — murmurou Chase, sorrindo sugestivamente e umedecendo os lábios, acho que arregalei ligeiramente os olhos, pois ele sorriu mais ainda.
— E você, tem quantos anos? — perguntou Harry secamente a Chase.
— 25, eu sou velho — falou Chase, no mesmo tom seco.
— Então, vamos jogar? — perguntou Louis, tentando desfazer o clima tenso que se instalara entre nós.
— O que tem em mente, Boo? — perguntei, animada em mudar de assunto.
— Verdade ou consequência? Sei lá, é o mais tradicional — disse Liam, dando de ombros e levantando a garrafa de cerveja que ele estava bebendo.
— Ótima ideia, vamos lá, eu giro primeiro — candidatou-se Zayn, pegando a garrafa da mão de Liam e a colocando no centro da mesa.

Zayn girou a garrafa e aguardamos todos em silêncio até que, lentamente, ela parasse apontando para Harry e Liam, senti meu sangue gelar.
Ambos se encararam demoradamente, então Harry, que faria a pergunta, limpou a garganta e se preparou para falar.

— Verdade ou Consequência, Payne? — perguntou sério, como se perguntasse qual maneira Liam preferisse morrer.
— Cons... Não, eu quero verdade — decidiu-se Liam, encarando Harry fixamente, senti a tensão duplicar ao nosso redor
— É uma pergunta simples, responda apenas sim ou não, sem rodeios, apenas diga a primeira coisa que lhe vier a cabeça — balbuciou Harry, Liam assentiu quieto. — Está apaixonado pela Mavis?

Houve um silêncio agonizante, todos encararam Liam em expectativa, mas eu continuei olhando boquiaberta para Harry, sem conseguir acreditar que ele havia feito aquela pergunta, então, tão natural quanto se falasse do tempo, Liam respondeu:

— Sim, Harry, eu estou apaixonado pela sua irmã, quem não estaria? — respondeu a Harry e olhou para mim.


Harry ficou tenso ao meu lado, mas manteve sua postura indiferente e girou a garrafa.
Desta vez a garrafa parou em Zayn e Mellie, que sorriu largamente.

— Verdade ou consequência, docinho? — perguntou Zayn à Mel.
— Consequência — cantarolou ela.
— Viu, Liam? Até ela é mais corajosa que você — provocou Louis, Liam permaneceu sério e indiferente.
— Tudo bem, vamos lá, a sua consequência será... — Zayn olhou em volta pensativo e pousou seus olhos em Niall, que logo ficou vermelho. — ... Será... Beijar nosso querido Irlandês, vá fundo, querida — disse Zayn.
— Espera, não mesmo! — protestou Chase, segurando o ombro de Mel, impedindo-a de se levantar.
— Ah, qual o problema, grandão? É só uma brincadeira, eles não vão se casar no final da semana, nem ter filhos daqui há duas — brincou Louis.
— Vamos Chas, é só uma brincadeira, tampe os olhos e pronto — falou Mellie, a voz doce e pidona, acho que Chase não resistiu e acabou colocando a mão sobre os olhos, mas olhando por entre os dedos entreabertos.

Niall e Mellie se levantaram e todos se viraram para ver o show, Chase continuou com os dedos entreabertos na frente dos olhos, Niall colocou a mãos para trás e olhou para Chase, como se perguntando a ele se assim estava melhor, então Mellie segurou seu rosto entre as mãos e o beijou. Eu senti a conexão dos dois no minuto em que os vi se beijando, foi como se o sentimento que ambos despejassem no beijo, irradiasse para além deles, chocando a todos que estavam perto o suficiente.


Niall acabou não resistindo e segurou a cintura de Mel, mas nesse momento Chase se levantou e Niall recuou, assustado.

— Tudo bem, já deu — disse Chase. — Gire a garrafa, cara — falou para Zayn.
— Você quem manda, grandão — concordou Zayn.

Zayn girou a garrafa e, enquanto ela rodava, eu olhei para Niall, que me mostrou a língua e sorriu, acabei contagiada com sua risada e ri também.


A garrafa parou de girar, apontando diretamente para Louis e Chase, Louis sorriu largamente e inclinou a cabeça para trás, olhando com os olhos semicerrados para Chase, que permanecia sério e impassivo.

— Hora de brincar — murmurou Louis sorridente. — Verdade ou consequência, cara?
— Consequência — respondeu Chase.
— Ótimo, eu vou até você para lhe falar seu desafio — disse Louis ao se levantar e seguir até aonde estava Chase.

Louis cochichou no ouvido de Chase por alguns segundos, quando ele se afastou Chas riu e pareceu bem divertido com seu desafio.


— Bom, você quem manda, aonde posso fazer isso? — Perguntou Chas.
— Na geladeira você vai encontrar o que precisa, quando estiver pronto volte e terá de ficar até o fim da noite do mesmo jeito — explicou Louis, todos nós encarávamos eles em expectativa, curiosos.

Chase sorriu maliciosamente e arrancou a camisa pela cabeça, os rapazes arregalaram os olhos, inclusive eu, que fiquei deliciado com a visão, então, como se não bastasse, Chas se levantou e tirou a calça jeans, Mel guinchou de surpresa e eu ri.


Em seguida ele entrou dentro de casa, apenas de cueca boxer. Louis se inclinou e girou a garrafa, enquanto todos ainda estavam confusos e assustados com o que acabara de acontecer.


Olá gente,
mil perdões pela demora, mas é que as aulas voltaram e tudo o mais...
Eu não vou prometer postar logo porque agora começou o feriado de carnaval e eu vou viajar hoje ou amanhã, mas se der eu posto.
Obrigada pelos comentários e bem-vinda leitora nova =)
Comentem pra mim, fivas.
Amo vcs <3


3 comentários:

  1. Eiitcha caraii q GOSTOSOOO kk Coontinuaa

    ResponderExcluir
  2. Mls n falar nadaa to no sitio e n tem sinal quando consigo eh a gloriaaaa continuaaaaa pleaseee

    ResponderExcluir

Sou como uma escritora, lanço o livro para ser comprado;
Vocês são os compradores e os comentários o pagamento u.u
Faço isso de coração e amo, mas preciso do seu comentário <3

Qual a música? "No one in the world could stop me from not moving on, baby. Even if I want to..."

Por: Milinha Malik. Tecnologia do Blogger.

Cupcakes Visitantes ♫♫

♥Books♥

Translate

Talk to me!!

Twitter

♥Cupcakes♥


widget

Instagram

Instagram

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Hello pessoas,
Sei que muitos não lerão isso, não se importaram com isso, não vão querer ao menos ver isso.
Mas não tem problema, isso aqui é pra quem quer ler.
Sou apaixonada por livros, amo escrever e, acima de tudo, amo One Direction, pois foi graças a eles que eu descobri o meu amor pela escrita.
Não espero que gostem das minhas histórias, mas aos que gostam: Obrigada.
Quem quiser entrar em contato é só seguir no Twitter: @miamelo1d

Agenda!