domingo, 8 de outubro de 2017

"Eu, você, dois filhos e um cachorro
Um edredom, um filme bom no frio de agosto
E aí, cê topa?"
– Cê Topa? (Luan Santana)



— Que ótimo, é o que eu mais quero na vida, que sejamos muito felizes juntos, amor - ele disse. — "Take my hand, take my whole life too, for I can't help falling in love with you..." — ele cantou e se levantou me levando junto, começados a dançar lentamente no meio da sala enquanto ele cantava a nossa música de casamento.
— "Like a river flows, surely to the sea. Darling, so it goes. Some things are meant to be..." — cantei junto com ele e nós valsamos lentamente no mesmo lugar, dois passos de cada vez, abraçados e com os rostos colados, seu cheiro era muito bom.

♂♀♂♀

Depois das oito semanas de gravidez a minha barriga começou a querer apostar corrida com o Hades, não sei quem crescia mais rápido, se era o filhotinho de labrador que Zayn me deu de presente de casamento, ou o bebê em minha barriga.
Então, quando eu já estava com 16 semanas e uma barriga gigante, Zayn e eu fomos ao consultório médico da Dra. Grier com o desejo de saber o sexo do bebê. Quando eu digo gigante, é porque todo mundo me diz que a minha barriga está grande demais para estar só de 4 meses e isso está começando a me assustar, já conversei com a doutora mas ela me garantiu que isso vai de mulher em mulher.
Enfim, faremos o ultrassom para descobri o sexo do bebê hoje mas só saberemos o resultado daqui a dois dias, no chá de bebê que Anne e James estão planejando para revelar o sexo do bebê. Zayn está empolgadíssimo, já convidou todos os amigos que frequentam o bar novo dele, que a propósito é um sucesso, e ele já planejou uma equipe de filmagem para gravar o chá de bebê para mandar para sua família no Havaí, ele está levando a sério o lance de ser pai e eu estou adorando cada maravilhoso minuto, exceto quando estou com a cara no vaso sanitário.
Chegando ao consultório nós dois cumprimentados a Dra. Grier e ela me instruiu a levantar a blusa e me deitar na maca na qual já estive antes, fiz o que ela mandou e Zayn se posicionou ao meu lado.

— Então, querida, como tem passado? — ela perguntou e sorriu para mim, eu a adoro, ela é muito simpática.
— Muito bem, na verdade, melhor do que eu pensei que estaria a essa altura — digo e ela ri.
— É, eu adoro os diversos efeitos que a gestação causa nas mulheres, algumas querem acabar com o mundo, outras parecem que carregam flores no útero, você está no segundo grupo, é a minha melhor paciente!

Dra. Grier passou o gel gelado em minha barriga e eu senti o movimento lá dentro que ultimamente tem me deslumbrado, o bebê começara a se mexer há pouco tempo e isso extasiou todo mundo, às vezes eu fico quietinha apenas sentindo-o se mexer e Zayn acha que estou tramando alguma coisa, mas na verdade só estou curtindo a sensação gostosa.
Ela mexeu bastante até encontrar o que desejava, mas ela estava mais séria que o normal e isso começou a me preocupar, Zayn também notou, ele se aproximou mais e entrelaçou os dedos nos meus. 
De repente começamos a ouvir o coraçãozinho batendo e meus olhos se encheram de lágrimas, eu sempre choro quando ouço o coração do bebê.

— Hayley, lembra-se quando eu lhe disse desde o princípio que o coração do bebê estava descompassado? — perguntou Dra. Grier.
— Sim, lembro. Por quê? Há algum problema? — perguntei alarmada, ela menou a cabeça para me tranquilizar mas continuou séria.
— Não, problema algum, querida. Só há uma coisinha inesperada que eu estou encontrando nesse ultrassom — ela disse olhando atentamente para o monitor escuro que eu não conseguia enxergar nada.
— Coisinha inesperada? — perguntou Zayn preocupado.
— Sim. Eu acho que isso irá assustar vocês, mas vocês estão esperando gêmeos — disse a Dra. Grier e eu fiquei chocada, de olhos arregalados, sem conseguir pronunciar nenhuma palavra, Zayn tomou a dianteira.
— Gêmeos? Tipo, dois bebês? Gêmeos? — ele gaguejou debilmente e eu senti vontade de rir, mas não conseguia, estava surpresa demais.
— Isso mesmo, Sr. Malik. Digamos que essa outra pessoinha estava muito bem escondida. Nunca foi um coração descompassado, mas sim dois corações batendo ao mesmo tempo — ela explicou calmamente e eu comecei a respirar fundo e contar. — Vocês, definitivamente, estão esperando dois bebês! — ela disse e abriu um grande sorriso.
— Ai, meu Deus!  sussurrei assustada e Zayn se sentou em um poltrona no canto da sala. Ele estava levemente pálido e acho que também estava contando ao respirar.
— Sim, querida. Gêmeos — repetiu a doutora e eu senti vontade de mandá-la parar de repetir aquela palavra. — Eu já tenho o resultado dos sexos dos bebês e, como vocês pediram, eu vou lacrar o envelope e enviar à Anne Berry ainda hoje. Vocês precisam de um copo d'água? — ela perguntou ao notar as expressões assustadas que Zayn e eu esboçávamos.
— Não, obrigado Dra. Grier, só estamos surpresos — murmurou Zayn se levantando e voltando ao meu lado.
— Tudo bem, eu vou cuidar do envelope, vocês podem ficar à vontade, eu voltou em dois minutos — ela disse e me entregou alguns papéis para limpar o gel da minha barriga.

Me concentrei totalmente na tarefa de limpar delicadamente a minha barriga enquanto Zayn me observava, aos poucos a cor foi retornando ao seu rosto e quando eu terminei o processo de limpeza e ele repousou sua grande mão sobre a minha barriga.

— Usaremos Declan e Oline, afinal — ele disse e sorriu, me fazendo lacrimejar novamente.
— Precisamos pensar em mais dois nomes, caso seja dois meninos ou duas meninas — falei baixinho, ele assentiu.
— Travis e Ellie, você gosta de Travis e eu acho Ellie fofo — ele disse e eu sorri.
— Travis e Ellie — concordei.

Zayn me ajudou a sair da cama e nós ficamos abraçados enquanto esperávamos a doutora, nossas mãos repousadas em cima da minha grande barriga que abrigava dois seres humanos, não apenas um. Que loucura!
Depois de nos despedirmos e sermos felicitados e dispensados pela Dra. Grier, nós seguimos direto para a casa de James, que antes era o meu apartamento. Ainda estamos nos acostumando com a notícia quando somos recebidos por Anne e convidados a entrar.

— James, traz o chá. Sua irmã está pálida — grita Anne em direção à cozinha e eu quase ri quando Zayn e eu nos sentamos no sofá, no meu ex sofá. Tenho tantas lembranças boas nesse lindo sofá. Acariciei o estofado e percebi que Zayn sorria maliciosamente para mim, humm, ele está pensando o mesmo que eu e logo nós dois começamos a rir. — Vocês estão loucos? Estavam com caras de susto há dois segundos — resmungou Anne sentando-se ao nosso lado.
— Ignore, Anne — aconselhou Jay e trouxe quatro canecas de chá para a gente.
— O que aconteceu? Como foi a consulta? — perguntou Anne e bebericou seu chá.
— Estamos esperando gêmeos  soltou Zayn e James se engasgou com o chá, esperamos Anne dar tapinhas em suas costas.
— Vocês o quê? — ele guinchou ainda vermelho.
— Gêmeos, dois bebês, dentro do ventre da minha esposa  disse Zayn lentamente e colocou a mão em minha barriga, assim que sua mão me tocou eu senti um chute bem forte, ele abriu um gigantesco sorriso pra mim, pois também sentiu. — Jura? Eles chutaram? Foi isso mesmo?  ele perguntou todo bobo e eu ri.
— Sim, amor. Eles ficam agitados quando você está perto — lembrei-lhe e ele sorriu mais ainda, Zayn ainda não se acostumou com isso e sempre parece encantado quando eu lhe digo a mesma coisa.
— Ah, que bonitinho  gemeu Anne, piscando os olhos adoravelmente. Meu Deus, ela parece tanto com uma boneca.
— Sim, fofo. Agora podem nos explicar o que é isso tudo? — perguntou James, balançando os braços atordoado.
— Você será titio de dois bebês, querido — disse Anne, acariciando as costas dele novamente, Zayn e eu rimos.
— Ai, Jesus! — ele suspirou e fechou os olhos por alguns segundos, então os abriu e me encarou preocupado. — É por isso que você está uma bola!
 James! — gritou Anne, brigando com ele, eu apenas ri, era verdade afinal.
— Enfim, dois? Caramba, vocês não estavam brincando mesmo quando decidiram ter filhos — ele brincou e Zayn e eu rimos.
— Primeiro: Não decidimos, apenas aconteceu; Segundo: Estamos fodidos, mas felizes com isso — disse Zayn e eu concordei com um aceno de cabeça.
— Bem, vocês podem nos dar um, se não aguentarem a pressão — James disse e ganhou mais um tapa de Anne, mas desta vez todos rimos.
— Se quiser um bebê, trate de fazê-lo por sua própria conta —v revidou Zayn.


♂♀♂♀

Nunca vi Anne tão determinada e animada como nos últimos dois dias. Ela recebeu a carta com o resultado da ultrassom e a cada vez que chegava perto de mim parecia se conter para não me contar o segredo, que somente ela e James sabiam. Até mesmo James parecia se controlar melhor que Anne, por isso evitei ao máximo ficar sozinha com ela, porque fiquei com medo dela acabar deixando escapar os sexos dos bebês.
Como combinado, Zayn e eu chegamos ao restaurante no horário combinado, às 4 da tarde.
Havia uma parte reservada do salão que estava decorado com bexigas cor-de-rosa e azul, a mesa estava repleta de docinhos das mesmas cores e um lindo bolo de três camadas. Zayn e eu nos aproximamos para enxergar o desenho das três velinhas em cima do bolo , nelas havia o desenho de duas meninas e o nome que escolhemos para as meninas, na outra havia dois meninos e o nome que escolhemos para os meninos e na última velinha havia o desenho de uma menina e um menino e os nomes principais que escolhemos. Anne se aproximou para explicar como nos dariam a revelação. Eles irão retirar duas velas e deixarão apenas uma, que seria o resultado e o sexo dos nossos bebês.
Depois de apreciar a decoração, Zayn e eu fomos cumprimentar os convidados. Os meus pais estavam ali, Harry, Liam, Louis e Niall também; Gemma e Ashley também vieram e mais alguns amigos de Zayn que eu ainda não conhecia, mas fui apresentada a todos.
Fomos servidos de doces, salgadinhos, bebidas sem álcool para mim e com álcool para os outros sortudos, ouvimos músicas, conversamos e rimos, fizemos especulações sobre o sexo dos bebês e às 6 da tarde Anne nos chamou para anunciar os sexos dos bebês.
Zayn e eu ficamos atrás do bolo e todos se reuniram de frente para nós, Anne estava quicando de empolgação com James ao lado dela, igualmente animado. Os convidados começaram a contagem regressiva e eu prendi a respiração, não contendo um sorriso.

— E... — James fez um suspense ao erguer a mão sobre as velinhas em cima do bolo. — Vocês terão gêmeos, mas... Não serão dois meninos — ele disse e tirou a velinha do meio do bolo, deixando as duas meninas e o casal.

Zayn me abraçou mais forte quando a contagem regressiva recomeçou, eu sentia toda a energia boa emanando dele e aquilo me deixou mais ansiosa ainda. Os bebês mexiam sem parar e eu acariciei a barriga para acalmá-los.

— Vocês terão... - gritou Anne, pulando de um pé para o outro e então arrancando mais uma velinha.  Um casal!!!
— Que venham Declan e Oline!! — comemorou James e todos gritaram ao nosso redor.

Zayn me puxou para me beijar e eu não conseguia parar de sorrir. Teremos um casal, isso é surreal demais!
Então vieram os cumprimentos, Zayn e eu agradecemos a cada um que vinha até nós nos felicitar e eu não conseguia largar ele e muito menos parar de sorrir.

— Ah, querida. Dois netos! — falou meu pai abrindo um sorriso gigante e me abraçando. — Você está nos dando os netos que James não nos deu! — eu ri e James revirou os olhos, reclamando baixinho.
— Eu vou mimá-los tanto, não acredito que logo teremos um casal de gêmeozinhos para paparicar. Ah, meu amor — tagarelou minha mãe com uma voz melosa. Ela me abraçou e eu comecei a rir. Se tem alguém que vai estragar essas crianças, esse alguém sou eu!

Zayn e eu nos sentamos com os convidados e jantamos enquanto conversávamos animados, Zayn não me largou a noite inteira e a cada minuto ele acariciava a minha barriga ternamente. Eu nunca me senti tão feliz e esperançosa na vida.


♂♀♂♀

Me sentei no sofá da sala e liguei a tv, não demorou para que Hades chegasse todo faceiro abanando o rabinho e pedindo para que eu o colocasse no sofá, o peguei no colo e o acomodei entre minhas pernas no sofá.
Hades começou a se empolgar e distribuir lambidas em minha enorme barriga de 28 semanas, senti a movimentação lá dentro e comecei a sorrir, os bebês adoram quando Hades se aproxima.
A porta se abriu de repente e Zayn entrou, já se passava de 3 da manhã e ele deve ter fechado o bar há pouco, ele abriu um gigantesco sorriso ao me ver no sofá com Hades. Apesar de parecer exausto ele se aproximou e se ajoelhou no chão um pouco distante de mim, ele sacou o celular e virou a câmera em nossa direção, olhei para Hades que apoiava duas patas em minha barriga e sorri quando Zayn bateu a foto.



— Lindos, amores da minha vida — ele sussurrou e engatinhou até mim. Ele se acomodou no chão ao meu lado e deitou a cabeça em minha barriga, Hades aproveitou a aproximação dele e leu seu rosto. — Uh, Hades, não! Babão! — ele resmungou e eu ri.
— Você parece cansado, meu bem — murmurei e me inclinei para beijar seus cabelos, ele suspirou e fechou os olhos.
— Estou exausto, só quero um banho e uma cama enorme com vocês três nela - ele sussurrou e beijou demoradamente a minha barriga.

Depois que Zayn tomou um banho e comeu alguma coisa, nós colocamos Hades para dormir na sua caminha e seguimos para o quarto, me acomodei na nossa cama e Zayn deitou-se atrás de mim e repousou sua mão em minha barriga, acariciando carinhosamente. Tem se tornado rotina dormimos de conchinha, ultimamente tem sido a única posição que consigo dormir e sentir Zayn acariciando a minha barriga me acalma.

— Nem acredito que falta dois meses para conhecermos Declan e Oline — ele sussurrou em meu ouvido e eu sorri.
— Estou tão ansiosa.
— Eu também, eles serão lindos, os nossos bebês.

Zayn me abraçou mais forte e sussurrou a letra de nossa música em meu ouvido, a do Elvis Presley, e eu adormeci facilmente em seus braços.




0 comentários:

Qual a música? "No one in the world could stop me from not moving on, baby. Even if I want to..."

Por: Milinha Malik. Tecnologia do Blogger.

Cupcakes Visitantes ♫♫

♥Books♥

Translate

Talk to me!!

Twitter

♥Cupcakes♥


widget

Instagram

Instagram

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Hello pessoas,
Sei que muitos não lerão isso, não se importaram com isso, não vão querer ao menos ver isso.
Mas não tem problema, isso aqui é pra quem quer ler.
Sou apaixonada por livros, amo escrever e, acima de tudo, amo One Direction, pois foi graças a eles que eu descobri o meu amor pela escrita.
Não espero que gostem das minhas histórias, mas aos que gostam: Obrigada.
Quem quiser entrar em contato é só seguir no Twitter: @miamelo1d

Agenda!